sexta-feira, 23 de setembro de 2022

Saiba como pedir a devolução da taxa do processo seletivo do IBGE para o Censo 2021; órgão ainda aceita pedido de reembolso.


Por conta da pandemia da Covid-19, o processo seletivo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para a realização do Censo em 2021 foi cancelado em outubro do ano passado. Porém, o órgão ainda aceita pedido de devolução da taxa de inscrição paga à época.

Isso porque a candidatura não foi reaproveitada para o concurso IBGE promovido neste ano para a contratação de mais de 206 mil recenseadores, agentes censitários e supervisores. O Censo 2022 começou no dia 1º de agosto e seguirá até 31 de outubro.

Nesse período, mais de 89 milhões de residências serão visitadas em todo o Brasil. De acordo com o IBGE, os resultados do levantamento são indispensáveis para a elaboração de políticas públicas, pois o Censo é a única fonte de referência nacional para o conhecimento das condições de vida da população em toda as cidades.

 O pedido de devolução da taxa deve ser feito pelo candidato no Portal do IBGE, que garante a restituição em até 40 dias após o requerimento. A orientação vale para ressarcimento do PSS do Censo 2020 e do Censo 2021, ambos cancelados diante do avanço do coronavírus na época.

Mais de 580 mil pessoas se inscreveram para a seleção simplificada desses anos, mas muitos ainda não foram atrás do dinheiro gasto. Por isso, o IBGE segue enviando e-mail aos candidatos inscritos nos processos seletivos cancelados para oportunizar o reembolso.

O passo a passo para receber o dinheiro de volta é bem simples:

  • acesse o
    Portal do IBGE;
  • informe o CPF e os quatro últimos dígitos do número de celular ou o e-mail cadastrados no ato na inscrição;
  • preencha os dados da conta corrente da qual é titular (banco, números da agência e da conta); e
  • anote o protocolo que será gerado para acompanhar a solicitação.

A quantia, que varia de R$ 23,61 a R$ 39,49, será depositada em conta corrente registrada no nome e no CPF do candidato. Não será feito depósito em conta poupança, conta salário, conta conjunta ou contas de terceiros. Vale ressaltar que o CPF deve estar em situação regular junto à Receita Federal.

Quem não tem conta corrente poderá sacar o valor da taxa de inscrição no Banco do Brasil, desde que requeira uma ordem bancária de pagamento no site do IBGE. Feito isso, é só comparecer na agência do BB para resgatar o dinheiro.

Em caso de dúvidas sobre o ressarcimento, o interessado pode contatar a Central de Atendimento do IBGE, pelo telefone 0800 721 8181 ou e-mail ibge@ibge.gov.br. O atendimento é prestado de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 14h.




Fonte: JC Concursos.



 Veja outras notícias relevantes.



Concurso PM CE: escolha da banca é homologada; edital trará 1.000 vagas (nível médio).









Nenhum comentário:

Postar um comentário